Mercado publicitário se prepara para fase de transformações

adv

As perspectivas do mercado publicitário para este ano e os desafios do setor foram discutidos durante a oitava edição do Encontro Nacional das Lideranças Regionais da Propaganda Brasileira, que passou por Belo Horizonte e reuniu profissionais da publicidade, de agências, anunciantes e veículos de comunicação. Realizado na quinta-feira e nessa sexta-feira pela Federação Nacional das Agências de Propaganda (Fenapro), em parceria com o Sindicato das Agências de Propaganda do Estado de Minas Gerais (Sinapro-MG) e apoio do Estado de Minas, o evento promoveu o encontro de profissionais mineiros com grandes nomes da propaganda brasileira. Entre eles, o diretor da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), Hiran Castello Branco, que falou sobre a importância de uma preparação do setor para encarar uma fase de transformações. 

Para Hiran, a publicidade e propaganda passa por um momento onde é impactada não apenas pelo fenômeno da tecnologia, mas também por um modelo econômico em que as formas de produção e venda estão se esgotando. O uso de novas tecnologias, segundo o diretor da ESPM, se torna necessário, mas não pode paralisar e assustar o setor, que deve sempre se renovar. De acordo com o vice-presidente executivo da Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), Rafael Sampaio, a lição de casa para o setor no Brasil ainda é difícil. “Como existem coisas muito antigas que ainda funcionam no Brasil, existe a ilusão de que não precisa mudar e estamos bem atrasados”, afirma. “É preciso nos preocuparmos com a absorção de tecnologia, mas também com a verdadeira função e o que ela faz por um negócio, trazendo uma revalorização da publicidade”, completa.

Nova ordem 

De acordo com Caio Barsotti, presidente do Conselho Executivo das Normas-Padrão (Cenp), órgão que define as condutas e regras das melhores práticas éticas e comerciais entre os principais agentes da publicidade brasileira, mudanças no setor são comuns, mas o que causa apreensão dos profissionais da área é a velocidade como elas vêm se processando. “Isso exige uma capacidade de atenção, de leitura da realidade e raciocínio muito mais veloz do que antigamente”, considera. Com uma nova realidade de mercado, a gerente-executiva de Marketing dos Diários Associados, Andréia Zuqui, destaca um público mais exigente e com mais conhecimento, que pede de agências e profissionais mais conhecimento sobre o seu perfil. “Essa discussão é para provocar o mercado para uma nova ordem, onde os profissionais não entendam só de publicidade, mas também de gente. Nós investimos muito nesse entendimento para fazer um produto que seja aderente ao que é um valor para o cidadão.”

advz

Parceira


  

 

Quer trabalhar na agência?

Preencha nosso formulário de cadastro para o banco de currículo.

Faça seu orçamento aqui!

Deseja fazer um orçamento sem compromisso?

41 Comunicação newsletter

Copyright © 2012-2020

Todos os direitos reservados
(35) 3212-9354
midia@41comunicacao.com.br
Rua Conceição do Rio Verde , 19
Parque Ozanam
37010-000 - Varginha - MG